Quem foi Simón Bolívar?

Compartilhe

Simón Bolívar (1783- 1830) foi um revolucionário, líder militar e político latino-americano. Ele é chamado de “O Libertador” devido a sua liderança nas guerras de independência latina contra o domínio espanhol. Nascido na Venezuela, Bolívar foi responsável pela independência de cinco países: Venezuela, Bolívia, Colômbia, Equador e Peru.

Há figuras associadas à emancipação em diferentes países, como José de San Martín na Argentina, Bernardo O’Higgins no Chile ou Francisco José de Paula Santander na Colômbia. Mas nenhum deles tem a projeção continental expressa pela figura de Bolívar: as principais cidades hispano-americanas batizaram praças e avenidas em sua homenagem. Na capital peruana, Lima, último bastião da resistência espanhola, o Congresso Nacional situa-se na “Plaza Bolívar”. E em Bogotá, na Colômbia, a principal praça da cidade também tem esse nome. O nome de Bolívar batizou até mesmo um país: a Bolívia.

Em uma perspectiva estrutural, a desintegração do Antigo Sistema Colonial deve ser entendida como um aspecto da crise do Antigo Regime, que vigorou na Europa entre os séculos XVI e XVIII.

Assim como na América portuguesa, o desencadeamento do processo emancipatório nas colônias espanholas está ligado a acontecimentos no continente europeu. O avanço das tropas napoleônicas em terras espanholas provocou a abdicação do rei Fernando VII em 1808. Em um contexto em que a metrópole estava ocupada, criollos (descendentes de europeus nascidos na América) ilustres proclamaram sua fidelidade ao rei nas principais cidades hispano-americanas, constituindo os chamados cabildos. Mas, diferentemente do caso brasileiro, em que a independência será fruto de uma transição pactuada, a América espanhola atravessará anos de guerra.

Visto como libertador em metade dos países sul-americanos, Bolívar morreu em 1830 aos 47 anos, consumido pela vida e amargurado com a política: “A América é ingovernável… fazer a revolução é como arar no mar”, teria dito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *