Você sabia que… As primeiras sociedades que criaram instituições de ensino foram a mesopotâmia e a egípcia?

Compartilhe

No império dos faraós, o acesso às escolas era restrito aos membros da elite, e os menos abastados se limitavam a aprender o necessário para tornarem-se bons artesãos e agricultores.

Uma das principais funções da escola no Egito era formar os escribas. Esses profissionais aprendiam a usar os hieróglifos e o sistema cuneiforme de escrita (mais utilizado na comunicação com outras nações) para fazer a contabilidade estatal do império faraônico.

ACADEMIAS NO MUNDO CLÁSSICO

Os pais da educação clássica são os gregos. Assim como nos domínios faraônicos, o acesso às escolas era restrito aos filhos de governantes, que deveriam aprender as disciplinas relacionadas à política (como oratória e filosofia) e à guerra. Esse modelo de Instituição foi importada por Roma, Que acrescentou elementos de educação moral e cívica ao currículo heleno.

A mais famosa escola do mundo clássico foi a chamada Academia de Atenas fundada por Platão no início do século IV a.C. O local em nada se assemelhava com as escolas que conhecemos hoje: o conhecimento não era transmitido, mas sim criado e discutido entre os pensadores. Aristóteles, que se matriculou na Academia aos 17 anos, foi o mais célebre estudante.

DE PADRES A TUTORES

Durante o período medieval, a instrução formal ficou restrita à Igreja e vinculada, portanto, ao catolicismo. A cultura renascentista e o humanismo surgiram para se opor a esse modelo, propondo pela primeira vez uma escola distante das questões religiosas. Essa nova concepção da educação se tornaria uma das mais importantes mudanças trazidas pela Idade Moderna.

No final da Baixa Idade Média, surgiu na Europa a figura do “mestre livre”, educador autônomo que ensinava também aos que não eram clérigos. Esse seria o embrião do tutor, profissional que, no período moderno, formou os filhos da nobreza e da burguesia.

A INVENÇÃO DA ESCOLA MODERNA

A Revolução Francesa trouxe ao mundo a ideia de uma escola gratuita e voltada a tosos os cidadãos. No início do século XIX, com o desenvolvimento da indústria, a escola passou a ser vista também como ambiente de treinamento do jovem para o mundo. Em linhas gerais, o modelo de escola que conhecemos hoje nasceu nesse período.

Em 1816, o industrial Robert Owen inaugurou o INSTITUTO PARA A FORMAÇÃO DO CARÁTER JUVENIL. A instituição, que cuidava dos filhos dos operários de sua fábrica em New Lanark, na Escócia, durante o horário de trabalho, é tida como a primeira escola infantil moderna da história.

Fonte: História Viva