Maternidade real na quarentena [Arretadas podcast]

Compartilhe

No imaginário coletivo da sociedade, os filhos devem ser responsabilidade exclusiva da mulher, por isso, a sobrecarga ainda faz parte cotidiano da maioria das mães. Além disso, a romantização da maternidade favorece os mitos do que é ser mãe nos dias atuais. Para tentar quebrar esses estereótipos e fortalecer o movimento da maternidade possível, recebemos Dalila Santos, ela é  jornalista, pesquisadora de gênero, produtora cultural, professora e mãe da Alice. Vem com a gente!

– APOIE AS ARRETADAS! Por apenas R$4 mensais vocês nos ajudam a manter o projeto e recebem recompensas especiais. Vá ao apoia.se/historiante e confira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *